CROMOS - retalhos da vida de repórter

By: Luis Vieira

[Recommend this Fotopage] | [Share this Fotopage]
View complete fotopage

Monday, 24-Jan-2005 00:00 Email | Share | Bookmark
Palhaçada em Barcelos

Helena a ver onde vai cair
"Es tu e quantos?"
Nacho:" Conho, tio! deja-me trabajar!!"
"Oh Sr. Agente, tou mal estacionado?"
"Ou bais a bem ou bais a mal, carago!"
"Daqui ninguem sai!!!"
Celso: "Patrom, assim num filmo nada, meu!"
Helena riposta com o monope nos guizos do GNR
Impedidos de trabalhar na linha de fundo porque os jogadores do Gil Vicente aí se encontravam a realizar exercícios de aquecimento, os reporteres fotograficos viram-se obrigados a mudar-se para a linha lateral para poderem fotografar. O delegado da liga, que não quis dialogar nem perceber as razões e as miseráveis condições de trabalho, "lançou" a polícia, que usando da força, obrigou os repórteres a voltar para um local que não oferece as condições mínimas de trabalho. Nada de novo nesta Liga da treta, onde as televisões ditam as suas leis, os clubes baixam as calças para abrir os bolsos e os delegados da Liga, que até desconhecem o próprio regulamento, não dão a cara, mas dão as ordens, numa cobardia ignorante de pequeno tirano das quatro linhas. O Gil não está sozinho, pois a situação repete-se em quase todos os estádios da 1ª Liga. Pior ainda a atitude do Sindicato de Jornalistas, que continua inerte face a este drama semanal que é fotografar nos estádios do país do Euro2004. Terceiro-mundista, para dizer o mínimo.


View complete fotopage


© Pidgin Technologies Ltd. 2016

ns4008464.ip-198-27-69.net